Visitantes


Navegação

Menu

Nuvens

Meteo

NUVENS BAIXAS

Estratos

nuvens nuvens nuvens
Formam-se em camadas e aparecem quando massas relativamente grandes de ar húmido se elevam suavemente numa atmosfera estável até ao nível onde geralmente ocorre a condensação.
Os estratos observam-se em todo o mundo, sobretudo perto da costa e das montanhas até uma altitude de 2000m.

Estratocúmulos

nuvens nuvens nuvens
Banco, lençol ou camada de nuvens cinzentas ou esbranquiçadas, quase sempre com porções escuras, constituídas por massas em mosaico, massas globulares, rolos, etc., de aspecto não fibroso, ligadas ou não.

Cumulos

nuvens nuvens nuvens
Camada nebulosa cinzenta, muitas vezes sombria, cujo aspecto se torna difuso pela queda mais ou menos contínua de chuva ou neve, que na maioria dos casos atinge o solo.

Cumulonimbos
nuvens nuvens nuvens

 

NUVENS MÉDIAS

Altostratos
Lençol ou camada de nuvens acinzentadas ou azuladas de aspecto estriado, fibroso ou uniforme, que cobre total ou parcialmente o céu e tem porções suficientemente ténues para que se veja o Sol, pelo menos vagamente, como através de vidro despolido.
nuvens nuvens nuvens

Altocúmulos
Banco, lençol ou camada de nuvens brancas ou acinzentadas, geralmente com sombras próprias, constituídas por lâminas, massas globulares, rolos, etc. de aspecto por vezes parcialmente fibroso ou difuso, ligados ou não
nuvens nuvens nuvens

Nimbostratos
nuvens nuvens nuvens

NUVENS ALTAS

Cirros
nuvens nuvens nuvens
Nuvens isoladas em forma de filamentos brancos e delicados, ou de bancos ou faixas estreitas, brancos ou quase brancos. Estas nuvens têm aspecto fibroso (como cabelos),ou brilho sedoso, ou os dois.Estas nuvens formam-se entre os 5 e os 11 Km de altitude e são inteiramente constituídas por cristais de gelo. Quando aparecem no céu de forma espectacular são muitas vezes prenúncio de uma tempestade ou de uma frente quente em aproximação. Quando uma massa de ar quente se eleva abruptamente a grande altitude, acima do ar frio, o vapor de água nela contido vai
condensar-se, congelando instantaneamente. Os enrolamentos e formas de gancho dos cirros são os finos rastos de cristais de gelo que caem lentamente. Estas nuvens tais como as cirrostratos e cirrocúmulos formam-se quando o ar atinge o seu ponto de saturação a temperaturas inferiores a -40ºC e congela imediatamente. Após a congelação estas nuvens tendem a crescer e podem ter uma duração longa.

Cirrostratos
nuvens nuvens nuvens
Véu nebuloso transparente e esbranquiçado, de aspecto fibroso (como de cabelo) ou liso, que cobre total ou parcialmente o céu. Os cirrostratos são nuvens de cristais de gelo, formadas entre 5 e 11 Km. É frequente seguirem os cirros na aproximação de uma frente quente, mas é difícil distingui-las da bruma ou da neblina. Contudo, ao contrário da bruma, que é constituída por gotículas de água, os minúsculos cristais de gelo dos quais o véu de cirrostratos é composto refractam a luz, produzindo os característicos halos à roda do Sol e da Lua.

Cirrocúmulos
nuvens nuvens nuvens
Banco, lençol ou camada delgada de nuvens brancas, sem sombras próprias, constituídas por elementos muito pequenos em forma de grãos, rugas, etc., ligados ou não, e dispostos mais ou menos regularmente. Os cirrocúmulos do “céu encarneirado” são nuvens altas formadas entre os 5 e 11 Km. São constituídas por cristais de gelo e desenvolvem uma configuração regular em bandas e filas de pequenos tufos brancos. Em geral, precedem uma tempestade ou uma frente quente em aproximação, anunciando a chegada de tempo instável.